marketing para mecanismos de busca

Alcançar a primeira página dos mecanismos de busca é o sonho de qualquer empresa que marca presença no mundo digital, mas chegar ao topo não é tão fácil. A caminhada envolve boas técnicas de marketing para mecanismos de busca e SEO.

Esse marketing para mecanismos de busca, conhecido como SEM (Search Engine Marketing), é um dos grandes responsáveis pelo destaque da sua página entre a concorrência, mas como aplicar essas estratégias no conteúdo? Continue a leitura para conferir!

O que é SEM?

Como já explicamos, o SEM é a sigla para Search Engine Marketing ou Marketing para Mecanismos de Busca em português. Ele nada mais é do que um conjunto de técnicas para melhorar o rankeamento do seu site em mecanismos de busca como o Google ou o Bing.

O objetivo dessas técnicas é fazer com que a sua página seja facilmente encontrada por seu público-alvo, aumentando o reconhecimento da sua marca e as chances de venda.

O SEM engloba estratégias como a otimização de sites e o Inbound Marketing, mas se divide em dois formatos principais: um pago e o outro orgânico. Olha só:

página de resultados de pesquisa do Google
  • Técnicas de SEO

O SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca, em português) é a técnica orgânica do SEM, representada pela área verde da imagem acima.

Quando um conteúdo é publicado na internet, os mecanismos de busca fazem uma análise para definir a indexação de cada um, direcionando a pesquisa dos usuários para os materiais mais relevantes.

É claro que uma quantidade enorme de conteúdo é publicada por dia e é aqui que as técnicas de SEO entram em ação: elas vão ajudar a destacar sua página.

A importância do SEO é exatamente melhorar o seu conteúdo para que os algoritmos deem preferência a ele dentre tantos outros. Aqui, o foco é produzir um material de qualidade para o cliente.

  • Links patrocinados

Os links patrocinados são os famosos anúncios que aparecem antes dos resultados orgânicos no Google (conforme o conteúdo destacada em vermelho na imagem) ou ainda na barra lateral. Claro, essa é a técnica paga do marketing para mecanismos de busca, mas o investimento vale a pena.

Mesmo com um investimento baixo, já é possível obter ótimos resultados. A grande vantagem dessa estratégia é o retorno rápido e a possibilidade de segmentar campanhas.

Para fazer o seu link patrocinado é preciso criar uma conta no Google Ads ou Bing Ads, por exemplo. A partir daí, você pode escolher quanto está disposto a pagar (geralmente, a cobrança é feita por cliques).

Como fazer marketing para mecanismos de busca?

empresários discutindo ideias no papel e computadores

Agora que você entendeu como funciona o SEM, já sabe sua importância para o desenvolvimento do seu negócio na internet. Mas, como me destacar entre a concorrência?

Em 2016, o Google registrava 130 trilhões de páginas indexadas. Com certeza esse número aumentou de lá para cá, consequentemente, a concorrência também.

Para te ajudar, separamos 4 dicas básicas para garantir um bom marketing para mecanismos de busca. Confira:

  1. Nada de técnicas Black Hat

O SEO Black Hat engloba técnicas que podem parecer fáceis, mas também podem banir a sua página da internet de vez.

Essas estratégias, como repetição de palavras-chave em excesso, títulos fora da temática ou hiperlinks que não completam o conteúdo são utilizadas para enganar os algoritmos, mas nunca trazem bons resultados. Uma vez pego pelos mecanismos de busca, os sites que utilizam Black Hat podem ser removidos definitivamente das páginas de busca.

  1. Conheça seu público

Antes de qualquer preocupação com rankeamento, é preciso pensar no seu público-alvo. Conhecer quem consome seus materiais é essencial para produzir algo atrativo para esse nicho específico.

Seu conteúdo pode preencher todos os requisitos pedidos pelos algoritmos, mas se ele não for interessante para o seu público-alvo de nada vai adiantar.

  1. Escolha bem as palavras-chave

As palavras-chave são um dos principais guias para os algoritmos, portanto é importante selecionar bem as suas.

Dê preferência para palavras-chave de cauda longa, mais extensas e específicas do assunto, além de fazer uma pesquisa sobre a concorrência para cada palavra. Quanto menor o número, menor a concorrência.

  1. Monitore resultados

Para saber se suas ações estão obtendo o resultado desejado, não esqueça de monitorar as métricas.

O Google Analytics é uma ótima ferramenta para isso. Assim, você pode acompanhar seus erros e acertos e aprimorar suas próximas ações.

A otimização com SEO é um dos nossos trabalhos aqui na Agência Aláfia! Confira nosso portfólio.